Prisão preventiva por violência doméstica

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp

O Comando Territorial do Porto, através do Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Específicas (NIAVE) de Penafiel, no dia 16 de novembro, deteve um homem de 21 anos por violência doméstica, no concelho de Amarante.

No âmbito de uma investigação por violência doméstica, os militares da Guarda apuraram que o suspeito, não aceitando o fim do relacionamento amoroso com a vítima, sua ex-namorada de 19 anos, terá perseguido e agredido física e psicologicamente a mesma, dirigindo-lhe ameaças de morte, assim como à filha de ambos de três anos, ameaçando suicidar-se de seguida.

No dia 15 de novembro, o agressor, com recurso à violência e munido de uma arma branca e uma soqueira, terá conseguido introduzir-se na habitação do atual namorado da vítima, onde atentou contra a integridade física de ambos, tendo provocado ferimentos graves neste último, o que originou um mandado que culminou na detenção do suspeito e na apreensão de uma faca que tinha na sua posse.

O detido, com antecedentes criminais por roubo e furto, foi presente ontem, dia 17 de novembro, a primeiro interrogatório judicial no Tribunal de Instrução Criminal de Penafiel, onde lhe foi aplicada a medida de coação de prisão preventiva.

Partilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp