PS Amarante apresenta 12 propostas de apoio aos para o orçamento municipal

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp

Socialistas pretendem que a autarquia crie tarifas de água e saneamento para famílias numerosas, que reduza a tarifa fixa para o comércio e serviços e que crie programa de apoio ao arrendamento jovem que apoio até ao máximo 100 euros por mês.

São 12 as propostas que o Partido Socialista apresenta de apoio às famílias, as empresas e ao terceiro setor.

No apoio às famílias destacam-se as medidas de apoio à redução da tarifa de água e saneamento, o cálculo do imposto municipal sobre imóveis (IMI) com redução mediante número de dependentes no agregado familiar, o programa de apoio ao arrendamento jovem, assim como um programa de saúde oral nas escolas.

Para as empresas os socialistas voltam a defender o fim da derrama (imposto municipal sobre as empresas). “Não faz sentido aplicar neste contexto um imposto sobre os lucros das empresas. O importante é ajudar o nosso tecido empresarial a manter os postos de trabalho e não criar mais dificuldades a quem está a viver dias difíceis”, afirma Hugo Carvalho, Presidente da Concelhia do PS Amarante.

Os socialistas de Amarante pretendem ainda a criação de um fundo de 100 mil euros para criar condições de vida autónoma a pessoas com mobilidade reduzida destinado à comparticipação de obras de beneficiação de habitações. E a criação de um fundo emergência para apoio às IPSS do concelho no valor de 200 mil euros. Segundo Octavia Clemente, vereadora do PS, “estas propostas são necessárias para ajudar a minimizar os impactos sociais e económicos que as famílias, empresas e instituições amarantinas atravessam”.

As propostas foram entregues pelos vereadores do Partido Socialista como contributos para o debate da proposta de orçamento de 2021.

Partilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp